União das Freguesias de Jolda (Madalena e Rio Cabrão)

A Freguesia nas Memórias ParoquiaisA Freguesia no Arquivo Geral de Braga

A Freguesia nas Memórias Paroquiais

RIO CABRÃO

Sam Lourenço do Rio do Cabram. 1. Exziste esta freguezia na Provincia do Minho, em o Arcebispado de Braga Primaz, hé no acleziastico da comarca de Valença do Minho e no secular da da notavel villa de Vianna da Foz do Lima, hé do termo da villa dos Arcos de Valdevez esta freguezia de Sam Lourenço de Rio Cabram. 2. Hé senhor da ditta villa dos Arcos, o excelentissimo Bisconde de Villa Nova de Cerveira e por isso senhor de todo o seu destritto. 3. Tem vezinhos coarenta e dois, pessoas de sacramento noventa e seis, menores vinte e coatro, que por todas fazem o numero de cento e quatorze. 4. Está situada esta freiguezia em hum regato e parte della em vale e parte emcostada a monte para a parte do Sul, de alguns loguares se descobrem as povoaçoins seguintes, a villa da Barca que dista huma grande legoa, Sam João da Ribeira que dista oitro tanto, Santhiago de Gimieira meia legoa, a do Coutto de Gonduriz mais de meia legoa, a de Veiral de Lima que dista o mesmo, a de Sam Martinho da Gandera que dista meia, a de Santa Cruz quazi meia legoa, a de Labradas que dista quasi meia legoa, a de Bravains que dista três qartos de legoa, a de Oleiros huma grande legoa, a de Sam Pris da Barca que dista mais de legoa e meia, Sam Thiago de Senduffe, a de Madallenna de Jolda e Sam Paio de Jolda e Santa Maria de Miranda; partem estas coatro feiguezias com esta e nenhuma dellas dista para esta meia legoa. 5. Não tem termo seu, hé do termo dos Arcos de Valdevez. 6. A paroquia em hum altinho, em o val da freiguezia, está situada donde descobre todos os lugares ficando em o meio delles, que são os seguintes, Cartoira, Codesseira, Paço, Quintella, Rio, Mó, Monte, Fundevilla. 7. Hé o seu orago o martir Sam Lourenço. Tem a igreja três altares, o maior onde está colocado o Santissimo Sacramento e no retabolo da parte direita, o padroeiro martir Sam Lourenço e da esquerda a imagem do Menino Deos e discorrendo pella parte direita tem abaixo da cappella mor hum altar com retabolo e nelle collocada a imagem da Virgem Santissima do Rozario e em fronte outro com a imagem do martir Sam Sebastiam e juntamente a imagem de Nosso Senhor Jesus Christo. Não tem naves. Tem as irmandades seguintes, a do Santissimo Sacramento, a das Almas, antiguamente havia mais a da Senhora do Rozario, de martir Sam Sebastiam, estas pella pequenês da freiguezia se anexaram à do Santissimo Sacramento. 8. Hé parocho desta freiguezia vigario colado a cujo vigario paga o senhor que recebe a renda, quatorze mil réis em dinheiro e vinte e cinco medidas de milham e dois alqueires de trigo e coatro de vinho, cada hum anno para a sua tenue congrua sustentaçam. Hé aprezentaçam desta vigairaria do reverendo reitor de Sam Cosme e Damiam de Azere, deste mesmo termo e comarca. Rende a renda desta freiguezia cento e vinte mil réis, hera o senhor della o excelentissimo Marquês de Lorna. 9. Nam tem beneficiados. 10. Nam tem convento algum. 11. Também nam tem hospitais e menos caza de mezericordia. 13. Tem duas cappellas, huma que tem por padroeira a Senhora da Conceissam, sitta na quinta de Fundevilla de que hé senhor Gomes da Costta Preira e outra que tem por pa-droeira Nossa Senhora do Sucorro, sitta na quinta de Quintella de que hé senhor Francisco Lobo de Mesquita. 14. Nam há romagem alguma nesta freigezia. 15. Dá estta terra os fructos seguintes, bom triguo e centeio, bom vinho e com abundancia, muntto milho, algum azeite, feijam e fructtas de toda a castta. 16. Hé sugeita esta terra ao juiz ordinario da villa dos Arcos de Valdevez. 17. Nam hé coutto, nem cabeça de concelho, honra ou behetria. 18. Nam consta florecessem, nem sahirem desta terra thé o prezente algum homem insigne em Virtudes, Letras ou Armas. 19. Nam tem feira, nem nunca a teve. 20. Hé terra de pouco negocio e por isso sem conrespondencias, serve-se do correio da villa da Barca que dista huma legua grande, chega este na Terça Feira e parte na Coarta. 21. Dista da cidade capital do Arcebispado de Braga Primaz cinco leguas e meia e da capital do Reino sessenta e seis. 22. Nam tem privillegios alguns os moradores desta feiguezia, antiguidades, nem coizas dignas de memoria. 23. Nam há fonte celebre, nem tam pouco lagoa, há bastantes fontes e abundancias de agoas. 24. Fica distante do porto de mar cinco legoas. 25. Nam tem muralhas e menos praça de armas, tam pouco há casttello, nem torre alguma. 26. Seja Deos bendito para sempre nam padeceo ruina no Terramotu do anno de 1755. Nam há memoria de cauza notavel mais que os lavradores desta freguezia serem muito pobres, que nam há nenhum que colha em bens seus para gasttos de sua caza pam tanto que nam há nesta freguezia lavrador algum que tenha de seu carro e bois para se servirem, antes fazem todos os carretos às suas costas ou alugam carros de outra parte. Nam há nesta freguezia serra alguama notavel que tenha propriedade alguma das que se pertende saber no interrogatorio. Dos rios desta freguezia: 1. Chama-se ao rio que vai mediando esta freiguezia, o rio do Cabram, do coal tomou a terra o nome e suposto este tem roim nome hé bom vezinho, por quanto de si dá aguas para se regarem todas as terras desta freiguezia e para quasi toda a freguezia de Sam Thiago de Senduffe, para parte da de Padreiro, para parte da Madallenna de Jolda, para parte da de Sam Paio de Jolda, nasce este na freiguezia de Miranda vezinha desta. 2. Nasce este sem ser caudelozo, porém de Inverno colhe tanta agua que innunda os campos e ao entrar nesta freguezia corre com tanta vellocidade e tam rapido que aturde o seu ruido aos moradores desta freiguezia e vezinhos e se ouve em distancia larga. 3. Nam entram mais rios nelle, só sim alguns regattos. 4. Nam hé navegavel, nem disso hé capaz. 5. Hé de cursso arrebatadissimo em toda a sua distancia. 6. Corre de Norte para o Sul. 7. Cria bomas tructas, nam na grandeza mas sim no gostto. 8. As pescarias que nelle há, fazem os curiozos em todo o anno, com chumbeira ou varellas e inda à mam no tempo de Veram qando leva poucas agoas, colhendo-as nas lapas. 9. São livres as pescarias que se fazem em todo este rio. 10. As suas margens se cultivam e corre por entre campos, assim nesta freguezia como nas asima dittas, §2º, tem ao pé de suas correntes muitos carvalhos com parreiras penduradas, que dão abundancia de vinho com pouco custo. 11. As suas aguas nam tem virtude alguma, só sim ser muito fresca inda no tempo de Veram, nam tem oitra virtude particullar. 12. Sempre conserva e teve o mesmo nome de Cabram. 13. Morre no rio Limae aonde finaliza se chama o Voca do Cabram. 14. Nam hé navegavel, nem o pode ser por ter muntos despinhadeiros e ser muito estricto. 15. Tem em o destrito desta freguezia huma ponte de pao em o meio da freguezia do lugar do Rio, para o lugar da Mó tem na freguezia de Sam Thiago sitio chamado Pardellas hum pontilham de pedra arruinado. Entre os campos do Redolho huma ponte de pedra que mandou fazer Antonio de Sá Sotto Maior da mesma freguezia, oitra mais abaixo feita à custa do mesmo entre os seus campos da quinta dos Cazais, oitra mais abaixo como pontilham em o sitio chamado Redolho, em a estrada Real que da villa de Ponte de Lima, para a dos Arcos de Valdevez se vai, tem huma ponte de cantaria com hum só arco e oitra na Rabedam. 16. Tem este rio muitos moinhos de pam e podia ter mais se ouvesse que moer e tem na freguezia de Miranda hum fullam, sai também delle huma levada para moer hum lagar de azeite em o sitio chamado Ribeira. 17. Tem este rio poucas areias, porque corre muito rebatado, nam consta dellas sahisse metal algum. 18. Nam uzam de suas agoas livremente os povos para regarem as terras, porque está repartida em dias para as propiedades para a rega dellas. 19. Desde onde principia athé onde finaliza terá pouco mais de huma legoa. Principia na freguezia da Miranda, passa pella de Sam Thiago, media esta freguezia de Sam Lourenço do Cabram e torna a meter-se na de Sam Thiago e desta passa para a de Sam Paio de Jolda donde finaliza, perdendo o seu nome onde lhe fiqua a boca. E nesta dizem no tempo de innumdaçoins atravessando-se-lhe hum tresmalho dá bons escalos. 20. Nam há mais coiza alguma notavel nesta freguezia fora das mencionadas nos interrogatorios. Certifico eu, Jacome Cerqueira Lobo viguario desta freguezia de Sam Lourenço do Rio Cabram, que todo o contheudo nesta relaçam hé a mesma verdade, nam só pello saber mas tambem por me certificar pessoas nascionais desta freguezia fidedignas, o que sendo necessario o juro in verbo sacerdotis e commigo asignaram os dois parochos vezinhos. S. Lourenço do Rio do Cabrão de 18 de 1758 annos. O vigario Jacome Cerqueira Lobo. O abba de D. João de S. Jeronimo Abrunhos.O encomendado João Cerqueira da Costa.

Referências documentais:
IAN/TT, Memórias Paroquiais, Vol. 32, memória 111, pp. 659-666.
ADB/UM, Tombo desta igreja, 1582, cx. 285, n.º 3.
ADVCT, Fundo Paroquial – Livros de Baptismos: 1623/1899; Casamentos: 1637/1899; Óbitos: 1624/1899. – Total de Livros: 3 + 33 cad.

Capela, José Viriato (2005). As Freguesias do Concelho de Arcos de Valdevez nas Memórias Paroquiais de 1758. Arcos de Valdevez: Câmara Municipal.

JOLDA (MADALENA)

Jolda. Informaçam que vai da freguezia de Santa Maria Magdalena de Jolda e dá o abbade della o padre Bento Pereira Velho de Moscozo Pé de Ferro, a resppeito dos itens de perguntas juntos que lhe foram remetidos pelo seu vigario geral da comarca de Valença do Minho, o reverendo doutor Faustino Soares. 1º Existe esta freguezia de Santa Maria Magdalena de Jolda na Provincia de Entre Douro e Minho, que hé do Arcebispado de Braga Primaz e na jurisdiçam hecleziastica o hé da comarca de Valença do Minho e na do secular o hé do termo da villa dos Arcos de Vale de Vez da comarca e coreiçam da villa de Vianna Foz do Lima. 2. Hé senhor da dita villa dos Arcos de Vale de Vez o illustricimo e excelenticimo Bisconde de Villa Nova de Cerveira. 3. Tem esta freguezia oitenta e hum vezinhos habita-dores actuais ao prezente nella e tem de sacramento duzentas e dez pessoas e menores trinta que ao todo fazem numero de duzentas e quarenta pessoas. 4. Esta freguezia está a maior parte della em huma planicia e parte em monte e valle, de algumas aldeas de seu destrito se descobrem as povoaçoens seguintes: a freguezia de Bravaens, que dista della hum bom quoarto de legoa, a freguezia de Lavradas que dista outro quoarto de legoa ordinaria, a freguezia de Santa Crux que dista hum quoarto de legoa pequena, a freguezia de Sam Martinho da Gandra que dista meio quoarto de legoa, a freguezia de Beiral do Lima que dista outro meio quoarto de legoa, a freguezia do Couto de Gondufe que dista hum quoarto de legoa, a freguezia de Sam Thiago de Gimieira que dista outro quoarto de legoa mais ordinaria, a freguezia de Sam João da Ribeira que dista huma boa legoa, a villa de Ponte do Lima que dista huma boa legoa e meia o porto do mar da villa de Vianna que dista quoatro legoas e meia. 5. Nam tem termo seu antes hé do termo da dita villa dos Arcos de Valle de Vez como já se respondeo, comprehende as aldeas e lugares seguintes, Semarreira que tem dezassete vezinhos, Gimonde que tem oito vezinhos, a Quinta da Gloria que tem hum vezinho, Novaes que tem oito vezinhos, Villarinho que tem sinco vezinhos, Portella que tem sinco vezinhos, Saime que tem seis vezinhos, a Quinta da Senrra que tem hum vezinho, o Abrigueiro que tem hum vezinho, a Rezidencia que tem dous vezinhos, a Torre que tem hum vezinho, Penellas que tem dezassete vezinhos, e Tochinha que tem nove vezinhos. 6. A parochia e igreja matriz está em hum plaino no meio do lugar e freguezia e quanto aos lugares das aldeas e aos seus nomes vai satisfeito ao quinto item. 7. O seu orago hé Santa Maria Magdalena. Tem a igreja três altares, no altar maior está collocado o Santissimo Sacramento de que há confraria que pertence à alternativa Real, em o colateral da mam direita está a immagem de Nosso Senhor Jezus Cristo Cruxificado e em o outro da mam esquerda está a immagem da Virgem Nossa Senhora do Rozario que tem confraria eregida pelos relligiozos de Sam Domingos com licença do Ordinario. Nam tem naves. 8. O parroco hé abbade que aprezenta Marcos Pereira Velho de Moscozo Pé de Ferro, da quinta da Roza, do termo da villa de Monçam. Tem de renda em cada hum anno trezentos mil réis. 9. Nam tem beneficiados. 10. Nam tem conventos alguns. 11. Nam tem hospital. 12. Nam tem caza de miziricordia. 13. Tem esta freguezia no dito seu lugar de Sucarreira huma cappela de Sam Sebastiam, que administra Antonio Fernandes da freguezia de Calheiros do termo da villa de Ponte do Lima, tem mais outra cappela de Sam Silvestre no lugar da Valinha, a qual admenistra David Barboza, assistente na cidade de Lixboa, tem mais outra de Nossa Senhora da Gloria na Quinta assim chamada, a qual admenistra Francisco de Araujo Morim cavaleiro professo na Ordem de Cristo, tem mais outra cappela de Nossa Senhora do Rozario na Quinta da Senrra, a qual admenistra Francisco de Sá Sotto Maior Leones. 14. Nam acode a ellas romagem. 15. Dá a terra cultivada da dita freguezia trigo, centeio, milho, feijam, vinho e varios frutos, o que tudo produz ordinariamente conforme a temperança dos annos e assim colhem os seus moradores mais frutus, como também produz algum azeite, que os mesmos habitadores della colhem. 16. Hé sogeita esta terra ao governo da justiça da dita villa dos Arcos de Valle de Vez de cujo termo hé. 17. Nam hé couto, nem cabeça de concelho, nem contém qualidade alguma das deste item. 18. Nam há memoria que desta tal freguezia sahicem pessoas insignes por exercicio algum. 19. Nam tem feira, nem em tempo algum a teve. 20. Nam tem correio e o de que costumam servir-se os habitadores hé o da villa da Barca por mais propinquo que dista huma boa legoa e também do da villa de Ponte do Lima cuja distancia já se referio. E o da dita villa da Barca chega na Terça Feira de cada huma somana e parte na Quarta Feira e o da dita villa de Ponte do Lima chega na Segunda Feira de cada huma somana e parte na Quoarta Feira. 21. Dista esta freguezia da cidade cappital do seu Arcebispado sinco legoas e da do Reino saxenta e duas legoas. 22. Nam tem privilegios, antiguidades, nem couzas dignas de memoria. 23. Nam há nella lagoa, nem fonte celebre alguma. 24. Nam há porto de mar. 25. Nam hé murada, nem praça de armas, nem em seu destricto tem castello algum, nem torre. 26. Pela mercê de Deos Nosso Senhor nam padeceo ruina alguma no Terremoto do anno de 1755, do qual somente sentio a ameaça e avizo que por elle a todos fez o mesmo Senhor. 27. Nam há couza alguma digna de memoria. Aos segundos itens: 1º Chama-se a freiguezia da Magdalena de Jolda. 2. Tem de longitude pouco mais ou menos de hum quoarto de legoa e confina com a freguezia de Refojos e com a de Sam Paio de Jolda e com a de Sam Lourenço do Cabram e com a de Sam Thiago de Cendufe. 3. Pela sua pequenhês nam tem braços principais, nem delles há memoria. 4. Não nasce nella e dentro dos seus lemites, rio algum. 5. Os lugares que comprehende são referidos ao quinto item dos primeiros. 6. Nam há fonte de propriedade a que se lhe possa dar o nome de serra. 7. Nam se tem descuberto minade metal algum, nem das qualidades deste item. 8. Nam consta haja nesta povoação plantas ou ervas medicinais de vertude especial e quanto aos frutus vai respondido ao decimo quinto dos primeiros itens. 9. Nam há mosteiro, nem igrejas de romagem, nem imagens cujos milagres sejam viziveis. 10. Hé quente e de temperamento calido. 11. Há nella creação de gados ordinariamente como nas mais freguezias circunvezinhas e há algumas perdizes e coelhos nos seus montados e devezas. 12. Nam tem lagoa, nem fojos. 13. Nam há couza notavel que a memoria dos homens tenha por tal e assim por isso possa referir-se. Aos terceiros: 1º Passa por os fins dos lemites desta freguezia hum rio que se chama de Cabram e refere-se que tem seu nascimento na freguezia de Miranda do mesmo termo da villa dos Arcos. Rega este tal rio parte desta freguezia como também rega na de Sam Lourenço do Cabram e parte da de Sam Thiago de Cendufe e parte da de Sam Paio de Jolda, freguezias circunvezinhas desta da Magdalena de Jolda e também rega parte da de Padreiro, que fica pouco destante, todas do mesmo termo da villa dos Arcos. 2. Nam nasce caudalozo, porém hé permanente e corre todo o anno e em partes tem curso rapido e no Inverno ajunta tanta agoa que cauza admiraçam pela sua pouca distancia. 3. Nam entram nelle outros rios. 4. Nam hé navegavel, nem o pode ser. 5. Oseu curso hé arrebatado muito quazi em toda a sua distancia e nos lemites desta freguezia a tem suave. 6. Corre de Norte para o Sul. 7. Cria boas trutas e nenhum outro genero de peixe. 8. As pescarias que neste rio costumam fazer–se hé pelo tempo de Veram, em que leva menos agoa ahinda que alguns curiozos algumas vezes as fazem pelos Invernos. 9. As mais pescarias são livres. 10. As suas margens se cultivam, entre campos nos lemites desta freguezia e tem arvoredo com suas videiras votadas que dão vinho. 11. As suas agoas nem tem virtude alguma particular. 12. Sempre o dito rio teve o nome de Cabram. 13. Morre no rio Lima e aonde nelle se mete se chama a Boca do Cabram. 14. Nam hé pera ser navegavel, nem o pode ser. 15. Tem no Rodalho hum arco de pedra por donde somente anda gente de pé, o qual arco mandou fazer Antonio de Sá Sotto Maior à sua custa. 16. Tem nos lemites desta freguezia alguns moinhos de paens. 17. Nam consta que em tempo algum desse metal o sitio do seu curso e menos de ouro e prata. 18. Os povos uzam da agoa do dito rio ahinda que alguns que della uzam a compraram por seu dinheiro a Gomes da Costa Pereira, de Sam Lourenço de Cabram, freguezia circunvezinha desta de Santa Maria Magdalena de Jolda. 19. Donde este rio principia athé donde finaliza terá huma legoa de curso e o rio Lima que em pouca distancia parte com esta freguezia tem pera a parte do Poente quatro legoas e meia de curso navegavel em algum tempo do anno tem corregadouro nesta freguezia de comercio pera a villa de Vianna, há noticias que nasce na Limia, Reino de Espanha e não tenho certeza das legoas que tem do seu nascimento athé esta freguezia. 20. Nam tem couza memoranda que possa referir-se. Hé só o que a respeito dos itens pude descobrir e posso informar à vista dos mesmos em Santa Maria Magdalena de Jolda, aos 2 de Maio de 1758, eu o padre Bento Pereira Velho de Moscozo Pé de Ferro, abbade desta freguezia o que junto in verbo sacerdotis era verdade supra. O abbade Bento Pereira Velho Moscozo Pé de Ferro. O encomendado João Cerqueira da Costa. O vigario de S. Lourenço de Cabram, Jacome Cerqueira Lobo.

Referências documentais:
IAN/TT, Memórias Paroquiais, Vol. 18, memória 32, pp. 229-236.
ADB/UM, Tombos desta igreja, 1546, cx. 275, n.º 9; 1718, 57, 373; 1768, 188, 259v. – Obrigação à fábrica da capela de Nossa Senhora do Rosário na Quinta da Senra, a favor de Francisco de Sá Couto Maior que de novo quer erigir a dita capela na sua Quinta da Senra para que se possa dizer missa, por ter família grande e alguns doentes, para assim poderem receber os sacramentos, 1748, 120, 172. – Obrigação à fábrica da capela na Quinta da Madalena, a favor de Francisco de Araújo Amorim que de novo quer erigir a dita capela, pois vive lá com sua mulher e família e como a igreja fica longe, pede licença para se rezar missa e outros sacramentos, 1736, 93, 351. – Obrigação à fábrica do Santíssimo Sacramento, a favor do reverendo abade desta freguesia e dos fregueses para colocarem o Santíssimo na sua igreja, por ser muito necessário e a ele se obrigam para que tenha sempre tudo o que precisa, 1673, 17, 259. – Obrigação à fábrica da ermida de S. Sebastião, a favor de António Gonçalves, viúvo, morador nesta freguesia, que veio da cidade de Lisboa na altura da peste (que lhe levou a família) e a mulher lhe pediu que fizesse uma capela onde a sepultasse, com a invocação do dito Santo que ele já tem toda acabada e ornada e lhe da 40 mil réis para o seu rendimento, pede licença para ser benzida e se rezar missa, 1591, livro 7, fl. 264v.
ADVCT, Fundo Paroquial – Livros de Baptismos: 1632/1899; Casamentos: 1632/1900; Óbitos: 1633/1899. – Total de Livros: 8 + 82 cad.
Lugares segundo o Minho Pittoresco (1886/1887): Jolda, Penelas, Saime, Valinha, Novais, Vilarinho, Semarreira; e s quintas de Boa Vista, Glória, Quintela, Senra, Jolda e Torre.

Capela, José Viriato (2005). As Freguesias do Concelho de Arcos de Valdevez nas Memórias Paroquiais de 1758. Arcos de Valdevez: Câmara Municipal.

A Freguesia no Arquivo Geral de Braga

Rio Cabrão (São Lourenço)
Relação dos documentos pertencentes ao fundo da “Mitra Arquiepiscopal de Braga”, série “Registo Geral”, existentes no Arquivo Distrital de Braga / Universidade do Minho (ADB/UM)

DISPENSA matrimonial de Francisco António Amorim e Custódia Joaquina. Ele da freguesia de Jolda, Santa Maria Madalena, concelho de Arcos de Valdevez. Ela da freguesia de Rio Cabrão, São Lourenço, concelho de Arcos de Valdevez. Datas: 1839 – 1839. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/004/02787. Cota: A – 2787.

DISPENSA matrimonial de José Rodrigues e Joaquina Rosa. Ele da freguesia de Rio Cabrão, São Lourenço, concelho de Arcos de Valdevez. Ela da freguesia de Jolda, Santa Maria Madalena, concelho de Arcos de Valdevez. Datas: 1851 – 1851. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/004/06329. Cota: A – 6329.

INQUIRIÇÃO de genere de Bento Barbosa Lima. Filiação: Manuel Barbosa e Micaela Araújo. Natural e/ou residente em Miranda, Santa Maria e Rio Cabrão, São Lourenço, atual concelho de Arcos de Valdevez e distrito de Viana do Castelo. Datas: 1746-08-02 – 1746-08-02. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/006/31548. Cota: A – 1399.

INQUIRIÇÃO de genere de Francisco Xavier Guimarães Brito. Filiação: Gomes Costa Pereira e Inês Guimarães Brito. Natural e/ou residente em Rio Cabrão, São Lourenço, atual concelho de Arcos de Valdevez e distrito de Viana do Castelo. Datas: 1737-11-29 – 1737-11-29. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/006/29487. Cota: A – 1299.

INQUIRIÇÃO de genere de João Araújo Borges. Filiação: Fabião Araújo e Maria Borges. Natural e/ou residente em Rio Cabrão, São Lourenço, atual concelho de Arcos de Valdevez e distrito de Viana do Castelo. Datas: 1701-07-01 – 1701-07-01. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/006/19190. Cota: A – 832.

INQUIRIÇÃO de genere de João Araújo Calheiros. Filiação: Bento Gonçalves e Isabel Gonçalves. Natural e/ou residente em Rio Cabrão, São Lourenço, atual concelho de Arcos de Valdevez e distrito de Viana do Castelo. Datas: 1691-08-25 – 1691-08-25. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/006/01550. Cota: A – 70.

INQUIRIÇÃO de genere de João Baptista Pereira. Filiação: João Pereira Pacheco e Ana Costa Silveira. Natural e/ou residente em Lavradas, São Miguel e Rio Cabrão, São Lourenço, atual concelho de Ponte da Barca e Arcos de Valdevez e distrito de Viana do Castelo. Datas: 1733-10-16 – 1733-10-16. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/006/21237. Cota: A – 938.

INQUIRIÇÃO de genere de João José Costa. Filiação: Francisco José Costa e Joana Gonçalves. Natural e/ou residente em Rio Cabrão, São Lourenço, atual concelho de Arcos de Valdevez e distrito de Viana do Castelo. Datas: 1843-06-16 – 1843-06-16. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/006/26810. Cota: A – 1186.

INQUIRIÇÃO de genere de João Pereira Pimenta Barros. Filiação: João Pereira Pimenta Castro Araújo e Maria Engrácia Barros Azevedo Cunha. Natural e/ou residente em Seara, São Mamede e Rio Cabrão, São Lourenço, atual concelho de Ponte de Lima e Arcos de Valdevez e distrito de Viana do Castelo. Datas: 1895-05-20 – 1895-05-20. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/006/05251. Cota: A – 234.

INQUIRIÇÃO de genere de José Costa Abreu. Filiação: Francisco José Costa e Joana Gonçalves. Natural e/ou residente em Rio Cabrão, São Lourenço e Távora, São Vicente, atual concelho de Arcos de Valdevez e distrito de Viana do Castelo. Datas: 1867-05-31 – 1867-05-31. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/006/04818. Cota: A – 224.

INQUIRIÇÃO de genere de Manuel Araújo Freitas. Filiação: João Freitas Oliveira e Maria Araújo Borges. Natural e/ou residente em Rio Cabrão, São Lourenço e Miranda, Santa Maria, atual concelho de Arcos de Valdevez e distrito de Viana do Castelo. Datas: 1718-04-07 – 1718-04-07. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/006/15665. Cota: A – 669.

INQUIRIÇÃO de genere de Mateus Amorim. Filiação: Pedro Rodrigues e Margarida Fernandes. Natural e/ou residente em Rio Cabrão, São Lourenço, atual concelho de Arcos de Valdevez e distrito de Viana do Castelo. Datas: 1689-09-09 – 1689-09-09. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/006/14781. Cota: A – 629.

INQUIRIÇÃO de genere de Paulo Araújo Barbosa. Filiação: João Freitas Oliveira e Maria Araújo Borges. Natural e/ou residente em Miranda, Santa Maria e Rio Cabrão, São Lourenço, atual concelho de Arcos de Valdevez e distrito de Viana do Castelo. Datas: 1713-12-14 – 1713-12-14. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/006/13999. Cota: A – 595.

JUSTIFICAÇÃO de batismo de Ana Maria. Filiação: Custódio Amorim e Maria Custódia. Freguesia: Rio Cabrão, São Lourenço. Concelho: Arcos de Valdevez. Datas: 1872 – 1872. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/008/01962. Cota: A – 1962.

JUSTIFICAÇÃO de estado livre de António Antunes. Filiação: José Antunes e de Bernardina Dantas. Natural e/ou residente em Rio Cabrão, São Lourenço, concelho de Arcos de Valdevez. Datas: 1908 – 1908. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/010/06428. Cota: A-6428.

JUSTIFICAÇÃO de estado livre de Gaspar Pereira Pimenta Castro. Filiação: João Pereira Pimenta Castro e de Maria Engrácia Barros Azevedo Cunha. Natural e/ou residente em Rio Cabrão, São Lourenço, concelho de Arcos de Valdevez. Datas: 1907 – 1907. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/010/06170. Cota: A-6170.

JUSTIFICAÇÃO de estado livre de João Gonçalves Jesus e de Maria Teresa Jesus Terroa. Ele filho de João Gonçalves Jesus e de Rita e natural e/ou residente em Rio Cabrão, São Lourenço, concelho de Arcos de Valdevez. Ela filha de Joaquim Ferroa e de Maria Joaquina e natural e/ou residente em Rio Cabrão, São Lourenço, concelho de Arcos de Valdevez. Datas 1907 – 1907. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/010/06304. Cota: A-6304.

JUSTIFICAÇÃO de estado livre de Luís António Araújo. Natural e/ou residente em Rio Cabrão, São Lourenço, concelho de Arcos de Valdevez. Datas: 1884 – 1884. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/010/02087. Cota: A-2087.

LICENÇA para dizer missa a favor do padre Francisco António Cerqueira da Costa, da freguesia de São Lourenço de Rio Cabrão. Datas: 1787-07-05 – 1787-07-05. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0234/058341. Cota: A – 234-196-196v.

LICENÇA para se benzer a capela de Nossa Senhora do Socorro, sita na freguesia de São Lourenço de Rio Cabrão. Datas: 1680-06-06 – 1680-06-06. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0017/004441. Cota: A – 17-333-333v.

PROVISÃO a favor dos oficiais da Confraria do Santíssimo Sacramento de São Lourenço de Cabrão, comarca de Valença, para aprovação dos seus estatutos. Datas: 1725-10-17 – 1725-10-17. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0176/039075. Cota: A – 176-56v-57v.

PROVISÃO da vigararia ad nutum da paroquial igreja de São Lourenço de Cabrão, comarca de Valença, a favor do padre João Pimenta, clérigo de missa, natural da freguesia de Santiago de Sampriz. Datas: 1607-05-08 – 1607-05-08. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0011/002611. Cota: A – 11-95-96.

PROVISÃO da vigararia da igreja de São Lourenço de Rio Cabrão, anexa ao Mosteiro de Ázere. Datas: 1609-08-06 – 1609-08-06. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0020/005104. Cota: A – 20-196-197.

PROVISÃO de vigararia ad nutum da paroquial igreja de São Lourenço de Rio Cabrão. Sita no concelho de Arcos de Valdevez, comarca de Valença, a favor do padre Afonso Cerqueira, clérigo de missa, natural da igreja de Cendufe. Datas: 1591-07-31 – 1591-07-31. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0001/000129. Cota: A – 1-151-151v.

REGISTO de carta de encomendação por seis meses para a igreja de São Lourenço do Rio Cabrão, a favor do padre António de Sá Pereira de Castro, da freguesia de Santo Adrião de Oleiros, termo da vila da Barca. Datas: 1752-08-03 – 1752-08-03. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0107/022479. Cota: A – 107-500v-501v.

REGISTO de demissória geral a favor do padre Paulo de Araújo Barbosa, da freguesia de São Lourenço de Cabrão, comarca de Valença, para se ausentar deste arcebispado. Datas: 1742-05-12 – 1742-05-12. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0109/023010. Cota: A – 109-210v-212.

REGISTO de título da vigararia colada de São Lourenço de Cabrão, a favor do reverendo padre Fradique Lopes Ferreira, da freguesia de São Martinho de Águas Santas, da comarca de Valença. Datas: 1735-08-02 – 1735-08-02. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0090/019056. Cota: A – 90-66-67.

SENTENÇA apostólica e título de bula de resignação por coadjutoria e futura sucessão da igreja vigariaria de São Lourenço de Cabrão, a favor do reverendo Manuel da Costa Pereira, presbítero secular de São Miguel das Lavradas, deste arcebispado. Datas: 1798-05-11 – 1798-05-11. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0199/043921. Cota: A – 199-62v-67.

TÍTULO da paroquial igreja vigariaria perpétua de São Lourenço de Rio Cabrão, a favor de Jácome Cerqueira Lobo, clérigo in minoribus da freguesia de Aboim da Nóbrega. Datas: 1753-02-16 – 1753-02-16. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0179/039970. Cota: A – 179-183-184.

TÍTULO da vigararia perpétua de São Lourenço de Cabrão, sita no termo dos Arcos, comarca de Valença, a favor de António Gomes, clérigo in minoribus. Datas: 1683-03-09 – 1683-03-09. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0032/007758. Cota: A – 32-55-55v.

TOMBO da igreja de São Lourenço de Rio Cabrão. Datas: 1582-08-05 – 1582-08-05. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/060853. Cota: A – 285-3.

Jolda (Santa Maria)
Relação dos documentos pertencentes ao fundo da “Mitra Arquiepiscopal de Braga”, série “Registo Geral”, existentes no Arquivo Distrital de Braga / Universidade do Minho (ADB/UM)

DISPENSA matrimonial de José Rodrigues e Joaquina Rosa. Ele da freguesia de Rio Cabrão, São Lourenço, concelho de Arcos de Valdevez. Ela da freguesia de Jolda, Santa Maria Madalena, concelho de Arcos de Valdevez. Datas: 1851 – 1851. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/004/06329. Cota: A – 6329.

DISPENSA matrimonial de Manuel Amorim e Maria Rosa. Ele da freguesia de Jolda, Santa Maria Madalena, concelho de Arcos de Valdevez. Ela da freguesia de Jolda, Santa Maria Madalena, concelho de Arcos de Valdevez. Datas: 1841 – 1841. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/004/03202. Cota: A – 3202.

DISPENSA matrimonial de Manuel Dantas e Rosa Amorim. Ele da freguesia de Refoios de Lima, Santa Maria, concelho de Ponte de Lima. Ela da freguesia de Jolda, Santa Maria Madalena, concelho de Arcos de Valdevez. Datas: 1848 – 1848. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/004/05051. Cota: A – 5051.

DISPENSA Matrimonial de Manuel José Costa e Maria Antónia. Ele da freguesia de Refoios de Lima, Santa Maria, concelho de Ponte de Lima. Ela da freguesia de Jolda, Santa Maria Madalena, concelho de Arcos de Valdevez. Datas: 1813 – 1813. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/004/00241. Cota: A – 241.

DISPENSA matrimonial de Manuel Rodrigues e Maria Gomes. Ele da freguesia de Jolda, Santa Maria Madalena, concelho de Arcos de Valdevez. Ela da freguesia de Jolda, Santa Maria Madalena, concelho de Arcos de Valdevez. Datas: 1855 – 1855. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/004/08421. Cota: A – 8421.

ESCRITURA de venda de Gregório Pires e mulher Maria Álvares ao reverendo licenciado Francisco Gomes, abade de Santa Maria Madalena de Jolda, comarca de Valença. Venda de três moradas de casas de um sobrado e quintal sitas na Rua dos Pelames da cidade de Braga, propriedade da mitra primaz e foreiras à Casa do Avelar, pela quantia de cem mil réis, pagos pelo cónego Geraldo Gomes, irmão do comprador, por este não estar presente. Contém transcrição da certidão […]. Datas: 1627-09-22 – 1627-09-22. Código de referência: PT/UM-ADB/FAM/ACA-01/00001. Cota: ACA – 011-1.

INQUIRIÇÃO de genere de António Gomes Rocha. Filiação: António Gomes Barbosa e Maria Joaquina. Natural e/ou residente em Jolda, Santa Maria Madalena, atual concelho de Arcos de Valdevez e distrito de Viana do Castelo. Datas: 1842-05-18 – 1842-05-18. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/006/12680. Cota: A – 558.

INQUIRIÇÃO de genere de Francisco José Sá Sotomaior Abreu Leones. Filiação: Francisco Xavier Sá Morim Sotomaior Abreu Leones e Maria Angélica Castro Morais Sarmento. Natural e/ou residente em Jolda, Santa Maria Madalena, atual concelho de Arcos de Valdevez e distrito de Viana do Castelo. Datas: 1819-06-07 – 1819-06-07. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/006/30521. Cota: A – 1352.

INQUIRIÇÃO de genere de Gabriel António Sá Sotomaior e Francisco Lúcio Sá Sotomaior Leones. Filiação: Jerónimo Sá Sotomaior Abreu Amorim Leones e Francisca Joséfa Melo Pereira Silva Meneses. Natural e/ou residente em Jolda, Santa Maria Madalena, atual concelho de Arcos de Valdevez e distrito de Viana do Castelo. Datas: 1762-01-28 – 1762-01-28. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/006/23933. Cota: A – 1081.

INQUIRIÇÃO de genere de Gabriel Félix Barreto. Filiação: António Pimenta Freitas Barbosa Calheiros e Rosa Maria Gama Castro. Natural e/ou residente em Viana do Castelo – Santa Maria Maior e Jolda, Santa Maria Madalena, atual concelho de Viana do Castelo e distrito de Viana do Castelo. Datas: 1714-06-12 – 1714-06-12. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/006/27515. Cota: A – 1206.

INQUIRIÇÃO de genere de Geraldo Abreu Vasconcelos. Filiação: José Abreu Vasconcelos e Maria Ermelinda Gachineiro. Natural e/ou residente em Jolda, Santa Maria Madalena, atual concelho de Arcos de Valdevez e distrito de Viana do Castelo. Datas: 1895-12-10 – 1895-12-10. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/006/27904. Cota: A – 1224.

INQUIRIÇÃO de genere de Jerónimo Sá Sotomaior Abreu Amorim Leones. Filiação: Jerónimo Sá Sotomaior Abreu Amorim Leones e Francisca Joséfa Melo Pereira Silva Meneses. Natural e/ou residente em Jolda, Santa Maria Madalena, atual concelho de Arcos de Valdevez e distrito de Viana do Castelo. Datas: 1787-02-28 – 1787-02-28. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/006/23932. Cota: A – 1081.

INQUIRIÇÃO de genere de João Baptista Araújo Lima. Filiação: António Amorim Araújo e Ana Luísa Araújo. Natural e/ou residente em Jolda, Santa Maria Madalena, atual concelho de Arcos de Valdevez e distrito de Viana do Castelo. Datas: 1804-06-23 – 1804-06-23. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/006/24547. Cota: A – 1108.

INQUIRIÇÃO de genere de João Baptista Cerqueira. Filiação: João Costa Carvalho e Inácia Gomes. Natural e/ou residente em Ponte de Lima – Santa Maria dos Anjos e Jolda, São Paio, atual concelho de Ponte de Lima e Arcos de Valdevez e distrito de Viana do Castelo. Datas: 1754-08-19 – 1754-08-19. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/006/21838. Cota: A – 972.

INQUIRIÇÃO de genere de João Sá Sotomaior Abreu Leones. Filiação: Francisco Xavier Sá Morim Sotomaior Abreu Leones e Maria Angélica Castro Morais Sarmento. Natural e/ou residente em Jolda, Santa Maria Madalena, atual concelho de Arcos de Valdevez e distrito de Viana do Castelo. Datas: 1819-08-13 – 1819-08-13. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/006/25575. Cota: A – 1146.

INQUIRIÇÃO de genere de José António Sá Sotomaior. Filiação: Francisco Sá Sotomaior Leones e Paula Cunha Brandão. Natural e/ou residente em Jolda, Santa Maria Madalena, atual concelho de Arcos de Valdevez e distrito de Viana do Castelo. Datas: 1751-11-10 – 1751-11-10. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/006/21764. Cota: A – 967.

INQUIRIÇÃO de genere de José Luís Pereira Silva. Filiação: António Silva Carvalho e Ventura Pereira Távora. Natural e/ou residente em Jolda, Santa Maria Madalena, atual concelho de Arcos de Valdevez e distrito de Viana do Castelo. Datas: 1731-06-27 – 1731-06-27. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/006/20478. Cota: A – 903.

INQUIRIÇÃO de genere de José Sá Sotomaior Abreu Leones. Filiação: Jerónimo Sá Sotomaior Abreu Amorim Leones e Francisca Joséfa Melo Pereira Silva Meneses. Natural e/ou residente em Jolda, Santa Maria Madalena, atual concelho de Arcos de Valdevez e distrito de Viana do Castelo. Datas: 1769-06-12 – 1769-06-12. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/006/09165. Cota: A – 418.

INQUIRIÇÃO de genere de Leonel Francisco Abreu Vasconcelos. Filiação: Francisco António Abreu Vasconcelos e Joséfa Maria Conceição. Natural e/ou residente em Jolda, Santa Maria Madalena e Guilhadezes, Santo André, atual concelho de Arcos de Valdevez e distrito de Viana do Castelo. Datas: 1862-03-28 – 1862-03-28. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/006/18402. Cota: A – 795.

INQUIRIÇÃO de genere de Manuel Araújo. Filiação: Manuel Araújo e Maria Araújo. Natural e/ou residente em Jolda, Santa Maria Madalena, atual concelho de Arcos de Valdevez e distrito de Viana do Castelo. Datas: 1733-11-22 – 1733-11-22. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/006/02168. Cota: A – 95.

INQUIRIÇÃO de genere de Tristão Araújo Azevedo Sotomaior. Filiação: Francisco Xavier Sá Morim Sotomaior Abreu Leones e Maria Angélica Castro Morais Sarmento. Natural e/ou residente em Jolda, Santa Maria Madalena, atual concelho de Arcos de Valdevez e distrito de Viana do Castelo. Datas: 1819-06-07 – 1819-06-07. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/006/09625. Cota: A – 439.

JUSTIFICAÇÃO de casamento de Boaventura Saraiva Amorim e de Maria Teresa Rodrigues Caldas. Freguesia: Jolda, São Paio / Jolda, Santa Maria. Concelho: Arcos de Valdevez. Datas: 1873 – 1873. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/009/68. Cota: A-68.

JUSTIFICAÇÃO de estado livre de João Manuel Amorim Coelho. Natural e/ou residente em Jolda, Santa Maria Madalena, concelho de Arcos de Valdevez. Datas: 1879 – 1879. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/010/00830. Cota: A-830.

JUSTIFICAÇÃO de estado livre de José Costa. Filiação: Inácio José Costa e de Custódia Alves. Natural e/ou residente em Jolda, Santa Maria Madalena, concelho de Arcos de Valdevez. Datas: 1895 – 1895. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/010/04034. Cota: A-4034.

JUSTIFICAÇÃO de estado livre de José Silva. Filiação: Diogo José Silva e de Ana Joaquina Cerqueira. Natural e/ou residente em Jolda, Santa Maria Madalena, concelho de Arcos de Valdevez. Datas: 1904 – 1904. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/010/05783. Cota: A-5783.

JUSTIFICAÇÃO de estado livre de Manuel Álvares. Filiação: António Álvares e de Maria Angélica. Natural e/ou residente em Jolda, Santa Maria Madalena, concelho de Arcos de Valdevez. Datas: 1895 – 1895. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/010/03983. Cota: A-3983.

JUSTIFICAÇÃO de nome de José Luís Amorim. Filiação: António Luís e Francisca Luísa. Natural e/ou residente em Jolda, Santa Maria Madalena, concelho de Arcos de Valdevez. Datas: 1876 – 1876. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/011/00114. Cota: A-114.

OBRIGAÇÃO à fábrica do Santíssimo Sacramento, sita na paroquial igreja de Santa Maria Madalena de Jolda, do termo dos Arcos de Valdevez. Datas: 1679-11-08 – 1679-11-08. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0017/004391. Cota: A – 17-259-261.

PAPÉIS pertencentes a ermida de São Sebastião, sita na Varziela, freguesia da Jolda, a qual mandou erigir António Gonçalves, viúvo, morador na dita freguesia. Datas: 1601-12-21 – 1601-12-21. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0007/001958. Cota: A – 7-132-133.

PRAZO do Casal de Sá sito na freguesia de Santa Maria Madalena de Jolda, a favor de António José de Abreu e Vasconcelos. Datas: 1780-05-02 – 1780-05-02. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0202/044445. Cota: A – 202-29v-35.

PROCESSO do passaporte de José Melo. Filiação: João Melo e Engrácia Exposta. Natural da freguesia de Jolda, Santa Maria Madalena, concelho de Arcos de Valdevez. Datas: 1922 – 1922. Código de referência: PT/UM-ADB/AC/GCBRG/H-D/099/32544. Cota: A – 31772.

PROCESSO do passaporte de Manuel José Veloso. Filiação: Gaspar José Veloso e Antónia Barbosa. Natural da freguesia de Jolda, Santa Maria Madalena, concelho de Arcos de Valdevez. Datas: 1927 – 1927. Código de referência: PT/UM-ADB/AC/GCBRG/H-D/099/37385. Cota: A – 36349.

PROVISÃO a favor de António de Sousa de Oliveira, abade da Madalena de Jolda. Datas: 1724-08-05 – 1724-08-05. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0074/015184. Cota: A – 74-429-430.

PROVISÃO a favor de António Martins da freguesia de Santa Maria Madalena de Jolda para demandar no juízo da ouvidoria geral desta corte ao reverendo abade da mesma freguesia. Datas: 1800-08-12 – 1800-08-12. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0193/042649. Cota: A – 193-148v.

PROVISÃO a favor de Francisco de Araújo, da freguesia de Santa Maria Madalena de Jolda, termo da vila dos Arcos, para poder com sua família confessar-se e comungar na sua capela de Nossa Senhora da Glória. Datas: 1745-09-07 – 1745-09-07. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0170/038461. Cota: A – 170-184v-186.

PROVISÃO a favor de João Manuel de Amorim, da freguesia de Santa Maria Madalena de Jolda, para que a causa de esponsais com Maria Rosa, da freguesia de Refoios, comarca de Valença, corra nesta corte. Datas: 1780-06-09 – 1780-06-09. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0212/048816. Cota: A – 212-301.

PROVISÃO a favor de Santos de Oliveira, mercador, da Rua do Souto, desta cidade, para obrigar o abade de Santa Maria Madalena de Jolda a comparecer nesta corte perante o doutor ouvidor dela. Datas: 1727-04-02 – 1727-04-02. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0075/015335. Cota: A – 75-345-346.

PROVISÃO a favor do padre José Dias Silveira e seu irmão, abade da freguesia de Santa Maria de Jolda, da comarca de Valença. Datas: 1725-09-03 – 1725-09-03. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0087/018513. Cota: A – 87-445.

PROVISÃO a favor dos moradores da freguesia de Santa Maria Madalena da Jolda, da comarca de Valença, para se benzer a capela citada na sua petição. Datas: 1725-07-07 – 1725-07-07. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0087/018480. Cota: A – 87-416v-417.

PROVISÃO a favor dos oficiais da Confraria do Santíssimo Sacramento e Manuel de Araújo Lima, da freguesia de Santa Maria Madalena de Jolda, comarca de Valença, para virem uns autos para esta corte. Datas: 1734-07-28 – 1734-07-28. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0166/037605. Cota: A – 166-112v-113v.

PROVISÃO admitindo para o Seminário de São Pedro desta cidade, aos suplicados Gabriel António de Sá Souto Maior e Francisco Lívio de Sá Souto Maior de Santa Maria Madalena de Jolda. Datas: 1762-02-21 – 1762-02-21. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0182/040736. Cota: A – 182-135v-137.

PROVISÃO de licença a favor do reverendo abade de Santa Maria Madalena da Jolda, para benzer os altares colaterais da igreja da dita freguesia. Datas: 1728-06-19 – 1728-06-19. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0101/020991. Cota: A – 101-189-189v.

PROVISÃO para se demolir a capela de São Sebastião, da freguesia de Santa Maria Madalena de Jolda, e transferir a imagem para a de São Silvestre. Datas: 1782-06-05 – 1782-06-05. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0208/045648. Cota: A – 208-127-127v.

REGISTO da carta de encomendação para a igreja de Santa Maria Madalena de Jolda, a favor do padre António dos Santos de Oliveira Faria da Costa. Datas: 1768-06-01 – 1768-06-01. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0072/014270. Cota: A – 72-48-48v.

REGISTO de carta de encomendação para a igreja de Santa Maria Madalena da Jolda, da comarca de Valença, a favor do padre Alexandre de Amorim. Datas: 1769-08-18 – 1769-08-18. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0079/016301. Cota: A – 79-20v-21.

REGISTO de carta de encomendação para a igreja de Santa Maria Madalena de Jolda, a favor do padre Manuel Pereira Carneiro, da freguesia de São João da Ribeira. Datas: 1760-05-20 – 1760-05-20. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0084/017887. Cota: A – 84-487-487v.

REGISTO de carta de encomendação para a igreja de Santa Maria Madalena de Jolda, comarca de Valença a favor do padre Alexandre de Amorim Pereira, por tempo de quatro meses. Datas: 1772-10-07 – 1772-10-07. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0152/034173. Cota: A – 152-184v.

REGISTO de carta de encomendação para a igreja de Santa Maria Madalena de Jolda, da comarca de Valença, a favor do padre Francisco José da Mota Guedes, da freguesia de Ventosa. Datas: 1767-09-03 – 1767-09-03. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0149/032429. Cota: A – 149-71v-72v.

REGISTO de carta de encomendação para a igreja de Santa Maria Madalena de Jolda, por tempo de quatro meses, a favor do padre Francisco Xavier de Macedo, presbítero do hábito de São Pedro e natural da freguesia de São Pedro de Monção, comarca de Valença. Datas: 1763-01-19 – 1763-01-19. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0085/018096. Cota: A – 85-284v-285v.

REGISTO de provisão a favor de António Álvares, da freguesia de Jolda, comarca de Valença, para prorroga de embargos a capítulos de visita por tempo de três meses. Datas: 1747-04-06 – 1747-04-06. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0146/032011. Cota: A – 146-473-474.

REGISTO de provisão a favor de António de Sá Souto Maior, da freguesia de Jolda, comarca de Valença, para se casar com dona Maria Antónia Pereira de Castro Souto Maior, da freguesia de Nogueira, da mesma comarca. Datas: 1766-09-26 – 1766-09-26. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0137/029206. Cota: A – 137-51v-52v.

REGISTO de provisão a favor de Francisco de Araújo de Amorim, da freguesia de Santa Maria Madalena de Jolda, para poder ser sepultado com sua família na capela que tem junto às casas da sua quinta. Datas: 1757-12-23 – 1757-12-23. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0114/024225. Cota: A – 114-402v-403.

REGISTO de provisão a favor de Francisco de Sá Souto Maior, para erigir de novo a capela de Nossa Senhora do Rosário, sita na sua Quinta da Senra, freguesia de Santa Maria Madalena de Jolda, comarca de Valença. Datas: 1748-06-17 – 1748-06-17. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0120/025361. Cota: A – 120-172-174v.

REGISTO de provisão de licença para se erigir as Confrarias de Nossa Senhora do Rosário e do Nome de Deus, a favor dos fregueses da freguesia de Santa Maria Madalena de Jolda, da comarca de Valença. Datas: 1752-10-16 – 1752-10-16. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0107/022571. Cota: A – 107-648v-649v.

REGISTO de provisão e mais requerimentos para a fábrica da capela que de novo quer erigir Francisco de Araújo Amorim, morador na sua Quinta de Santa Maria Madalena de Jolda, do termo da vila dos Arcos, comarca de Valença. Datas: 1737-02-12 – 1737-02-12. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0093/019857. Cota: A – 93-351-354.

REGISTO do passaporte de João António Costa. Casado, 40 anos de idade. Natural de Jolda, Santa Maria Madalena – Arcos de Valdevez, residente em Nogueira, São João Baptista – Braga. Destino: Rio de Janeiro. Embarca em Lisboa. Datas: 1878-11-02 – 1878-11-02. Código de referência: PT/UM-ADB/AC/GCBRG/H-D/026/0003/8023. Cota: A – 5-582.

REGISTO do título da paroquial igreja de Santa Maria Madalena de Jolda, em favor do padre Gaspar Gomes Pereira. Datas: 1632-09-06 – 1632-09-06. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0014/003293. Cota: A – 14-155v-156.

REGISTO para se benzer uma capela da invocação de Nossa Senhora da Glória, sita na freguesia de Santa Maria Madalena de Jolda, da comarca de Valença, a favor de Francisco de Araújo e Amorim, morador na sua quinta, na dita freguesia. Datas: 1743-12-17 – 1743-12-17. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0159/036393. Cota: A – 159-397-399.

TÍTULO da abadia da igreja de Santa Maria Madalena de Jolda, sita na comarca de Valença, a favor do licenciado João Pereira Barreiros, natural da dita vila. Datas: 1678-12-04 – 1678-12-04. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0017/004316. Cota: A – 17-208v.

TÍTULO da abadia de Santa Maria Madalena de Jolda, da comarca de Valença, a favor do padre António de Brito Abreu. Datas: 1664-07-19 – 1664-07-19. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0039/009406. Cota: A – 39-96v-97.

TÍTULO da abadia de Santa Maria Madalena de Jolda, da comarca de Valença, a favor do padre Manuel de Amorim, da mesma comarca. Datas: 1727-05-23 – 1727-05-23. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0076/015389. Cota: A – 76-17-18v.

TÍTULO da igreja de Santa Maria Madalena de Jolda, comarca de Valença, a favor do padre António de Sousa de Oliveira, natural da freguesia do Salvador da vila dos Arcos. Datas: 1699-07-08 – 1699-07-08. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0024/005809. Cota: A – 24-116.

TÍTULO da paroquial igreja de Santo Estevão de Aboim das Choças, da comarca de Valença, de Domingos de Sá e Soutomaior, clérigo in minoribus, natural da freguesia de Santa Maria de Jolda. Datas: 1685-05-04 – 1685-05-04. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0032/007961. Cota: A – 32-210-210v.

TOMBO da igreja de Santa Maria de Jolda da comarca de Valença do Minho, a favor do reverendo João de Araújo Carão, abade da mesma freguesia. Datas: 1719-10-31 – 1719-10-31. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0057/012417. Cota: A – 57-373-383v.

TOMBO da igreja de Santa Maria Madalena de Jolda. Datas: 1546-03-02 – 1546-03-02. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/060717. Cota: A – 275-9.

TOMBO das igrejas de Santa Maria Madalena de Jolda e São Paio de Jolda. Datas: 1546-03-02 – 1546-03-02. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/060840. Cota: A – 284-7.

TOMBO de Santa Maria Madalena de Jolda, tirado do arquivo da Santa Sé por despacho do reverendo senhor doutor provisor, como consta da petição folhas primeira. Datas: 1768-12-17 – 1768-12-17. Código de referência: PT/UM-ADB/DIO/MAB/001/0188/041954. Cota: A – 188-259v-270v.